Celulite no Rosto

Apesar do nome, a celulite no rosto não tem nada a ver com a celulite comum. É muito mais perigosa e grave.

Artigo publicado por Lilian Santana nas categorias: Tipos

Adeus Celulite

Muito diferente daqueles furinhos que aparecem no bumbum, nas coxas, nas pernas, nos braços e na barriga que aterrorizam as mulheres, a celulite no rosto só tem em comum com a que estamos acostumados os mesmos tecidos de gordura afetados. Na realidade, a palavra celulite denomina uma inflamação celular aguda na derme e no tecido subcutâneo da pele (camadas mais profundas). A celulite facial é provocada por bactérias como o estreptococo, o hemófilo e o pseudomona. Para compreender melhor essa doença, conheça tudo sobre a celulite no rosto:

celulite-no-rosto

Diferenças Entre a Celulite Comum e a Facial

Ao contrário da celulite comum, que afeta principalmente as mulheres esteticamente e que causa somente dores fracas em casos mais extremos, a celulite facial é infecciosa e ainda pouco divulgada, o que pode torná-la perigosa, já que as pessoas demoram para procurar ajuda médica. Enquanto os furinhos são causados pelo acúmulo de gordura e toxinas nos tecidos subcutâneos da pele, a celulite facial aparece quando uma bactéria consegue penetrar em nosso organismo por algum machucado (micoses, arranhões, espinhas, frieiras e queimaduras). Ela costuma ocorrer mais nas regiões dos pés, das pernas e no rosto e acomete tanto homens quanto mulheres, crianças, adultos e idosos.

Sintomas da Celulite Facial

Inicialmente, a pele do local atingido começa a ficar vermelha, inchada, dolorida e quente. Quando não tratada, podem aparecer bolhas e esquimoses, ou seja, pontos vermelhos. Em alguns pacientes, podem acontecer complicações como calafrios, febres, dores de cabeça e mal estar.

Infelizmente, essa doença acomete mais recém-nascidos e crianças, cujos sistemas imunológicos são mais fracos. Então, é preciso que os pais e o pediatra fiquem bem atentos, pois além dos sintomas comuns, pode haver sequelas neurológicas. No entanto, é mais comum que os sintomas se limitem ao corpo.

Consequências da Celulite Facial

Felizmente, a celulite facial não é contagiosa, mas se não for bem tratada, pode deixar sequelas como linfedema (inchaço permanente), manchas, cicatrizes e pele com aspecto de casca de laranja. Porém, o mais grave pode acontecer com o não tratamento correto da doença: ela pode se disseminar para os tecidos adjacentes e evoluir para a sépsis, que é uma infecção generalizada. Com isso, o local poderá gangrenar e, em raríssimos casos, o paciente pode chegar ao óbito.

A celulite no rosto também pode evoluir para uma meningite ou causar lesões oculares, levando o paciente à internação hospitalar para se tratar.

Tratamentos da Celulite Facial

Assim que a celulite facial é detectada, o médico recomendará o repouso do paciente e a não exposição ao sol, além de antibióticos a serem tomados via oral ou endovenosa. O princípio ativo deles é a penicilina. Quando o local atingido é o rosto, o único tratamento é através da injeção do medicamento e o tratamento dura entre 10 e 14 dias.

Prevenção

A única maneira de se prevenir contra a celulite facial é fazendo a higienização correta das portas de entrada das bactérias, mantendo lesões e machucados sempre limpos e quando for manuseá-los, lave bem as mãos antes. Por exemplo, se você tiver uma espinha e for estourá-la, lave bem as mãos e as unhas com sabonete e somente depois, realize os procedimentos necessários.

Lilian Santana

Autora

Lilian Santana é formada em educação física e nutrição. Criou um blog para ajudar mulheres que enfrentam os mesmos problemas que ela já passou: os temíveis furinhos da celulite!



Escolhido Para Você

Adeus Celulite

Comente!




*Campos obrigatórios