Afinal, Celulite Tem Tratamento?

Saiba um pouco mais sobre os principais tratamentos contra a celulite disponíveis no mercado.

Artigo publicado por Lilian Santana nas categorias: Tratamento

Adeus Celulite

Fiquem felizes por que a resposta é um lindo sim e não é apenas um ou dois. Se você se propor a fazer apenas uma pequena pesquisa, aparecerá uma lista quase infinita de modalidades de tratamento para as temidas celulites. E tenha a certeza de que não vai parar apenas nisso, pois o mercado estético rende milhões para o país e o Brasil é sem dúvidas, um país de população que se importa bastante com a aparência.

A guerra contra a celulite

Devemos entender que a cura para a celulite ainda não existe porque ela é um problema de muitas causas. Não existe um vírus ou bactéria que cause a celulite, existem sim tendências genéticas, maus hábitos e variações hormonais que criam um turbilhão de alterações no corpo feminino e que geram os indesejados furinhos. Por esse caráter múltiplo que a celulite tem, tendo causas e diversos outros agravantes, devemos optar por um tratamento que envolva diferentes técnicas e procedimentos.

A dieta sozinha não funciona. Da mesma forma, se você for radical e partir logo pra novíssima cirurgia de redução da celulite e não mudar os seus hábitos alimentares e comportamentais, ela pode estar de volta ao seu quadril mais rápido do que você imagina.

Mas não sugerimos uma busca desenfreada pela cura da celulite. Mesmo que ela seja um fator estético importante e que atinja a autoestima feminina no seu âmago, a celulite deve ser vencida aos poucos. Não mude radicalmente a sua dieta amanhã nem combine na próxima semana exercícios e sessões de drenagem seguidas. Comece devagar, porque a chave aqui é não parar nunca.

Somente a sua saúde pode gerar a beleza que você tanto espera, e por isso a cura da celulite está na mudança de atitude gradativa que você tem com relação a si. O cuidado com o seu corpo deve estar presente sempre, e devemos prestar atenção aos alimentos que ingerimos com o mesmo rigor que escolhemos os cremes para a nossa pele. A drenagem linfática pode e deve ser realizada sempre, e outras massagens (ayurvédica, tailandesa) possuem benefícios que estão muito além da parte estética.

Então a nossa sugestão é que seja traçado um plano: pense nas suas atitudes e no que você pretende mudar. Marque uma consulta com uma nutricionista, passe na academia para sentir o clima e perceber os equipamentos. Observe o que você come e a sua atitude geral durante o dia, se você se mantém positiva ou está sempre preocupada ou estressada. A melhora da celulite pode estar relacionada a uma sessão de massagem com ultrassom, carboxiterapia ou cirurgia, mas a cura definitiva depende de uma verdadeira revolução no estilo de vida.

Perda de Peso

Seja qual for o tipo de celulite que você tem, a perda de peso, ou a perda de gordura, é o básico para a maioria dos tratamentos. Para perder gordura, é preciso uma dieta e exercícios aeróbicos associados com exercícios localizados para garantir a firmeza da área após a perda de peso.

Algumas mulheres são aparentemente magras, mas têm mais gordura do que músculo, e por isso, apresentam celulite. Nesse caso, a mulher não precisa perder peso, mas precisam substituir a massa de gordura por massa magra, ou seja, músculos. Nesse caso, a receita é a mesma, uma dieta e exercícios, só que no caso, a musculação e os exercícios aeróbicos devem estar associados, pois o aeróbico irá queimar a gordura, mas pode queimar músculos também. A musculação e a dieta rica em proteínas ajuda a impedir que os músculos diminuam.

Tratamentos Invasivos

Os tratamentos invasivos exigem muito mais cuidados do que os não invasivos. O mais conhecido dentre eles é a cirurgia de lipoaspiração, bastante famosa e disseminada por todo o país. A diferença entre a “lipo” convencional e a específica para eliminar a celulite é que, além de eliminar a gordura, uma etapa da cirurgia consiste em romper a fibrose que se forma entre as células do tecido da pele.

Celulite tem Tratamento

A laserlipólise consiste na introdução de uma microcânula de fibra ótica com apenas 1 milímetro de diâmetro, que emite feixes de laser. A interação das propriedades do laser com as células de gordura faz com que haja um rompimento no tecido adiposo que o transforma em óleo. O próprio equipamento remove o excesso de gordura. Por ser um procedimento pouco invasivo, a recuperação é rápida e a dor e o inchaço reduzem num piscar de olhos.

Tratamentos Não Invasivos

São os mais populares, mais práticos e fáceis de fazer e melhores para a saúde, pois possuem um risco de infecção quase zero. A facilidade de acesso e o baixo custo, se comparado a uma cirurgia é bem menor. Veja agora alguns tratamentos que fazem o maior sucesso e cumpre o que promete:

Tratamentos não Invasivos

  • Drenagem Linfática: a técnica tem como objetivo principal melhorar a circulação e drenar os líquidos que ficam restritos a pequenos espaços em determinadas partes de corpo. O procedimento é bem simples e pode ser feito por você mesmo em casa, mas terá muito mais eficiência se for aplicado por outra pessoa. Uma boa dica é: na hora de passar o hidratante, use sempre movimentos de baixo para cima. Isso ajuda a melhorar a microcirculação e reduzirá o edema formado entre os furinhos pouco a pouco.
  • Massagem Modeladora: acelera o metabolismo, aumenta a oxigenação dos tecidos e reduz a flacidez. São realizados movimentos locais rápidos e firmes com as mãos, que acabam rompendo as células de gordura, fazendo você perder até alguns centímetros.
  • Cremes Anticelulite: são bastante populares pois não exigem muito tempo por dia e nem horários fixos. Seu preço acessível e baixa complexidade para a aplicação o tornam uma ótima ferramenta para aqueles que não são adeptos da disciplina. Veja aqui mais sobre cremes contra celulite.
  • Ingestão de Colágeno: outra forma prática de deixar a pele mais firme e reduzir o aspecto “casca de laranja” é ingerir doses de colágeno diariamente, seja através de cápsulas, líquido ou em pó. Veja aqui mais sobre colágeno.

Existem vários outros como a endermologia, radiofrequência, mesoterapia, laser, ultrassom, manthus, carboxiterapia. A lista é praticamente infinita e você pode escolher o tratamento que mais combina com o seu tipo de celulite.

Recomendo a leitura do meu artigo abaixo:

Espero que tenha curtido meu artigo 🙂

 

Lilian Santana

Autora

Lilian Santana é formada em educação física e nutrição. Criou um blog para ajudar mulheres que enfrentam os mesmos problemas que ela já passou: os temíveis furinhos da celulite!



Escolhido Para Você

Adeus Celulite

Comente!




*Campos obrigatórios