Cirurgia para a Celulite

Saiba mais sobre o método que promete acabar com as celulites mais difíceis.

Artigo publicado por Lilian Santana nas categorias: Dúvidas Frequentes

Adeus Celulite

Sim, existe cirurgia contra a celulite! Pode ser uma surpresa para você, pois muita gente ainda não sabe que a celulite pode ser tratada com procedimento cirúrgico. Ele pode eliminar até 60% da sua celulite seja a celulite grau III ou grau IV, já que o grau I e grau II não tem indicação para cirurgia. Mas tenha calma, porque o procedimento só é indicado como último recurso, ou seja, você tem que tentar de todas as outras formas eliminar a celulite e caso não consiga, aí você pode partir para a hipótese de cirurgia.

Como é a cirurgia

A cirurgia é bem parecida com a da lipoaspiração (se você já fez uma “lipo” pode imaginar como é a cirurgia para a celulite) e usa as tais cânulas de aspiração com pontas diferenciadas para sugar a substância dentro das bolinhas de gordura que são formadas em nosso corpo. A cânula realiza movimentos de vai e vem com o único objetivo de romper a fibrose formada no tecido tegumentar e melhorar o conhecido aspecto da casca de laranja.

A cirurgia para a reparação das áreas com celulite é mais invasiva obviamente que os outros métodos experimentados até hoje pelas mulheres, mas o corte realizado na área é de cerca de um centímetro apenas, sendo que não haverá dor nem cicatriz para contar a história.

Para a realização do procedimento, é introduzido na pele da paciente um pequeno cano em formato de anel, fino como nas cirurgias de lipoaspiração. Mas nesse caso não há aspiração alguma: a cânula, como é chamada, é introduzida nas camadas mais profundas da pele em movimentos de vai-e-vem, onde retira o tecido gorduroso em excesso e libera espaço para a circulação e para a redistribuição do tecido, melhorando assim o inchaço e retirando os nódulos que estavam por ali. Após esse primeiro procedimento simples, ainda é realizado um deslizamento superficial em direção àquele orifício do corte, por onde é retirada ainda outra parte do excesso de gordura.

Esse deslizamento ajuda ainda na redistribuição das células restantes, para que as curvas e o aspecto natural da pele possam ser recuperados, retirando a deformação e as ondulações iniciais.

Esse procedimento pode reduzir em até 60% os furinhos na pele, segundo especialistas. Mas a maioria dos médicos recomenda a cirurgia apenas para mulheres com celulite no grau III ou IV, ou seja, as situações mais graves e que começam a prejudicar o movimento e causar dores. Mesmo assim, há pessoas com celulite em menor grau que também se submetem à cirurgia, sempre com muito sucesso e satisfação. Após 48 horas de realizada a cirurgia a paciente pode retirar o curativo do pequeno corte, e já pode iniciar exercícios leves em aproximadamente duas semanas.

Cirurgia para Celulite

Pré e pós-operatório

Antes de deitar na maca da cirurgia para realizar qualquer tipo de procedimento são necessários alguns exames de rotina. Um hemograma completo composto de série branca e série vermelha é fundamental para identificar algum déficit na oxigenação dos tecidos ou suspeitar de algum tipo de infecção, o que pode prejudicar e atrasar o processo de cicatrização. Os níveis de creatinina e sódio são de extrema importância, pois podem ser indícios de alguma disfunção renal e podem se tornar num grave problema. O eletrocardiograma (ECG) também é pedido para conhecimento antecipado de alguma doença cardíaca que ainda não foi verificada.

O pós é bastante tranquilo e você não terá que ficar dias e mais dias tendo que fazer tudo na cama. Após o procedimento, o paciente fica hospitalizado por pelo menos 24 horas e se não apresentar complicações pode ir para casa com algumas recomendações médicas como o uso de calça elástica 48 horas depois da cirurgia, e a partir do 7º dia é recomendado participar de sessões de drenagem linfática. Você pode ficar um pouco assustada com as manchas roxas e amareladas que vão aparecer logo após a cirurgia, mas é perfeitamente normal que elas estejam lá e elas vão sumir depois de pelo menos 30 dias.

Eliminando a Celulite

Resultados

A média é de 60% a menos de furinhos indesejáveis, mas alguns cirurgiões plásticos relatam até 80% de eficácia nos resultados. Como qualquer outra cirurgia, para manter os resultados é preciso ter a disciplina que você não teve antes. Afinal de contas, se você voltar a consumir de forma exagerada frituras, carboidratos e refrigerantes, com certeza as celulites voltarão e todo o seu sacrifício e dinheiro se transformarão de novas bolinhas de gordura.

O Antes e o Depois

É comprovado que a cirurgia contra a celulite possui uma eficácia desejável e tem muito mais resultados do que a maioria dos procedimentos que até agora havíamos conhecido. Mas deve haver uma melhora nos hábitos daquela pessoa, no tocante à alimentação e à realização de exercícios.

Se esses pontos na vida da pessoa não sofrerem uma revisão rápida e os maus hábitos não forem eliminados, a celulite pode voltar e todo o esforço e o dinheiro empregados na cirurgia serão jogados fora. Logo no pós-operatório é recomendável caminhadas para as pacientes, e durante o restante do tempo a drenagem linfática tem se mostrado uma excelente aliada. Nesse caso, o cuidado após a cirurgia é essencial para que o problema não retorne, mais forte do que nunca.

Ou seja, não há como escapar dos exercícios e alimentação. De qualquer modo, precisará de uma mudança nos hábitos diários para se ver livre da celulite para sempre.

Lilian Santana

Autora

Lilian Santana é formada em educação física e nutrição. Criou um blog para ajudar mulheres que enfrentam os mesmos problemas que ela já passou: os temíveis furinhos da celulite!



Escolhido Para Você

Adeus Celulite

Comente!




*Campos obrigatórios